domingo, 4 de julho de 2010

Sobre Tédio...

Ah... o tédio.
Querido e odiado tédio que nos acompanha quando não tem NADA pra fazer, o tédio fica ali, do seu lado, sua companhia nas horas de solidão.
Tem gente que diz que o tédio aparece quando você tem coisas pra fazer, mas não quer fazer nada, eu chamo isso de preguiça.
Outros dizem que o tédio aparece quando você faz todo dia a mesma coisa, vê as mesmas pessoas, eu chamo isso de rotina.
Pra mim tédio aparece em 2 momentos:

1- Quando você quer, por que quer fazer o maior numero de coisas possíveis, sabe? Como se fosse o último dia da sua vida, maaas, um tédio infeliz surge e você ao consegue nem levantar da cama.
2- Quando, você quer, por que quer fazer o maior numero de coisas possíveis e... nada acontece.Não tem um amigo pra te fazer companhia num bar. Nenhuma festa. Nem roupa pra lavar tem. Você quer ir tomar um belo banho de cachoeira e chova, quer empinar pipa e não tem vento. Rs

Qualquer uma das duas formas é horrível, por que no final da história você acaba atirado(a) numa cama.
Você fica achando todos os filmes do mundo horríveis, e tediosos. Você acha que todos os escritores de livros são uns burros, como eles escreveram uns livros tão chatos? Ninguém no msn, ninguém twitta algo intereçante, nenhum bom blog pra ler...
Nenhum programa de TV presta, e todos os episódios de “Todo Mundo Odeia o Chirs” são repetidos.

Desculpe! Não tenho receita para o tédio.
Se afunda nele, que eu vou atrás.

Os: Tédio mortal nesses primeiros dias de férias. Cadê a pipa Gabi?

2 comentários:

  1. Amei essa definição de tédio, tudo que tou sentindo agora o/
    :*

    ResponderExcluir
  2. essa e muito boa a tudo uq eu to sentido agora

    ResponderExcluir